Assembleia Geral Ordinária do Sindicato Nacional dos Maquinistas dos Caminhos de Ferro Portugueses

CP abre concurso para Maquinistas

CP abre concurso para admissão de Maquinistas já com formação/carta de maquinista válida pelo IMT.

#maquinistas

 

Cancelamento da Reunião da Junta Diretiva do ALE

ALEDevido às condições sanitárias adversas provocadas pela Covid-19 na Europa, a Reunião da Junta Diretiva do ALE prevista para 4,5 e 6 de setembro de 2020 em Budapeste na Hungria, foi cancelada. Será, em princípio, organizada uma reunião virtual entre os membros do ALE – Sindicato Autónomo dos Maquinistas Europeus.⁠

#ALE #maquinistas #smaq #europa⁠

Nova presença do SMAQ na Internet

Nos nossos dias, as fontes primordiais de informação residem na Internet. Uma presença assertiva do SMAQ na rede, baseada num Sítio Internet cuidado, que prestigie a nossa organização, deverá ser o principal canal de comunicação com os média e o público em geral. Nele deve residir uma informação de qualidade e esclarecedora, tanto em relação aos nossos objetivos gerais, como aos particulares e conjunturais em caso de conflito declarado com as entidades patronais.

O público do SMAQ não se resume apenas aos seus associados. Existem outras partes interessadas e ou afetadas pelas nossas decisões e acções. Uma postura honesta e esclarecedora perante elas, contribuirá positivamente para uma boa imagem pública do nosso Sindicato.

Concretizando este objetivo manifesto, a Direção apresenta agora o novo Portal do SMAQ no mundo digital. Este portal tem uma componente pública – residente no endereço http://smaq.pt – com um novo layout, e uma componente privativa para os Associados – residente no endereço http://socios.smaq.pt – onde será colocada informação exclusiva. Este último resulta ainda do antigo portal do SMAQ e será paulatinamente modernizado no sentido de o tornar mais rico e funcional.

Complementarmente, o SMAQ está ainda presente nas mais importantes redes sociais. Estas redes são instrumentos úteis e eficazes para uma rápida transmissão de informação aos sócios, média e público em geral. São elas as seguintes:

 

 

Maquinistas exigem suspensão automática de funções após colhidas

 

Colhida de pessoas na via. Um problema causador de stress e trauma que afeta particularmente os maquinistas de comboios da rede ferroviária nacional. O SMAQ tem desenvolvido no último ano intensas ações de sensibilização junto de todas as entidades interessadas sobre esta matéria.

«António Domingues [Presidente da Direção do SMAQ] reconhece que o apoio psicológico aos maquinistas melhorou nos últimos anos. Antes, segundo o dirigente, “as colhidas aconteciam e os trabalhadores continuavam a trabalhar como se fossem super-homens”. Nos casos mais graves, um acidente “pode transformar-se numa doença mental”, o que implica desviar estes profissionais da cabine de condução e colocá-los noutras funções. Evitar essa situação também depende da criação de um gabinete de avaliação contínua para avaliação externa destes condutores. “Este gabinete deve estar sempre disponível porque o stress resultante destas situações pode não vir no dia a seguir mas só semanas ou meses depois da ocorrência”.»

 

Vegetação invade via férrea e põe em risco a circulação

《…António Alves, vice-presidente do Sindicato dos Maquinistas (SMAQ) não desvaloriza o assunto porque tem a percepção deste fenómeno que lhe é reportado pelos associados. “A queda de árvores e ramos de grande porte sobre a via, com o consequente risco de colisão, é um problema sério e vai além da simples quebra dos espelhos retrovisores porque retira visibilidade aos maquinistas e constitui um risco acrescido em caso de incêndios”》

#SMAQ #segurança_ferroviária

Ler o artigo no Jornal Público

 

Maquinistas admitem processar IP pelo acidente com Alfa Pendular

“A partir do momento em que há recomendações que não foram acolhidas e fica tudo na mesma, e se, por via dessas falhas, há mortes, então há responsabilidade criminal. Senão, não faz sentido fazerem-se recomendações”, disse. O dirigente sindical queixa-se de que esta é uma situação “recorrente”, porque “não se levam as recomendações a sério”, seja por falta de verba, seja por falta de interesse. “Mas, se são feitas, é porque são importantes, e então deveriam ser seguidas.”

António Domingues, Presidente da Direção do SMAQ

maqs adimtem processar ip

Ler o artigo no jornal Público

 

ACIDENTE COM O COMBOIO N.º 133 DE 31 DE JULHO DE 2020

SMAQ

 

O Sindicato dos Maquinistas (SMAQ) envia as suas sinceras condolências às famílias enlutadas devido ao trágico acidente ferroviário ocorrido hoje. O SMAQ manifesta-se igualmente solidário com os feridos, entre os quais se encontra o nosso colega que conduzia o comboio que colidiu com o veículo de manutenção de via da Infraestruturas de Portugal (IP).

Sem nos adiantarmos ao resultado do inquérito a este acidente, o SMAQ recorda que há muito que vem manifestando, junto das entidades responsáveis – Ministério das Infraestruturas, Instituto da Mobilidade e Transportes (IMT), IP e operadores ferroviários -, preocupações sobre o aligeiramento das normas de segurança ferroviária que, consideramos, têm ocorrido nos últimos anos. Manifestamos igualmente junto do Ministério a nossa preocupação pela falta de meios materiais e humanos para que o departamento ferroviário do IMT possa exercer uma conveniente fiscalização da atividade do gestor da infraestrutura, a IP, e dos operadores ferroviários.

No último ano o SMAQ enviou várias comunicações ao IMT e IP sobre matérias que consideramos preocupantes para a segurança das circulações. As respostas obtidas do IMT não foram satisfatórias. A IP, por norma, não responde.

O SMAQ acompanhará de perto todos os inquéritos a este acidente. O SMAQ confia que o Gabinete de Prevenção e Investigação de Acidentes Aéreos e Ferroviários (GPIAAF) levará a cabo uma rigorosa e exigente investigação.

O Caminho de Ferro é o mais seguro meio de transporte terrestre. Os seus utilizadores, o público em geral e os seus trabalhadores, exigem saber o que falhou de modo a podermos corrigir o que está errado e continuar a merecer a sua confiança.

A Direção do SMAQ