SMAQ - Sindicato dos Maquinistas
COMUNICAÇÃO INTERNA DA MTS

Chegou ao conhecimento da Direção do SMAQ uma comunicação interna da Administração da MTS aos seus trabalhadores onde esta afirma o seguinte:

“Tendo a MTS apresentado uma proposta de atualização salarial para 2023, a qual não foi aceite pelo SMAQ, a MTS não recebeu posteriormente qualquer contacto do SMAQ no sentido de apresentação de contraproposta e antes, optou por avançar com novo pré-aviso de greve.”

O SMAQ informa todos os seus Associados e público em geral que nunca recebeu qualquer proposta oficial de atualização salarial por parte da MTS. Nem antes nem depois dos dois pré-avisos de greve que já emitiu. Aliás, no conflito que opõe os trabalhadores da MTS à sua Administração, as únicas entidades que comprovadamente têm apresentado formalmente propostas têm sido o SMAQ e a DGERT (Direção-Geral do Emprego e das Relações de Trabalho). A MTS sempre se furtou a tal.

Recordamos que o SMAQ não foge, nem nunca fugiu ao diálogo. Apresentamos há um ano a nossa proposta de Acordo de Empresa. Percorremos responsavelmente todo o processo legal junto da DGERT para que a negociação ocorresse. A MTS é que nunca se dignou a negociar. Temos provas documentais do que afirmamos.

Assim, para esclarecimento de todos, o SMAQ apela a que a Administração da MTS divulgue publicamente o documento em que fez uma proposta de atualização salarial ao SMAQ.

Percebe-se a necessidade da Administração da MTS em desviar as atenções com polémicas estéreis. Infelizmente não tem nada de construtivo a apresentar até agora.

O SMAQ está, e sempre esteve, receptivo a discutir e negociar qualquer proposta que a MTS decida apresentar. O que é preciso é que elas existam e cheguem oficialmente ao SMAQ. Não apenas proposta de atualização salarial mas, principalmente, proposta para negociação de um Acordo de Empresa que coloque as relações laborais nesta empresa na senda da Modernidade e da Responsabilidade Social.

Lisboa, 5 de novembro de 2022

A Direção do SMAQ

 

A GREVE NA MTS (METRO SUL DO TEJO) DECORREU COM ADESÃO TOTAL

A Greve levada a cabo pelos trabalhadores da MTS – Metro e Transportes do Sul -, entre os dias 18 e 21 de outubro, decorreu com grande determinação e solidariedade. Os Associados do SMAQ responderam com uma mobilização de 100%.

A mensagem dos trabalhadores à Administração da Empresa foi clara: a negociação de um Acordo de Empresa e a melhoria das suas condições laborais e remuneratórias, com a devida valorização da Carreira de Condução, são incontornáveis.

A Direção do SMAQ congratula-se com a elevada consciência de classe, solidariedade e união dos trabalhadores neste justo processo reivindicativo.

A negociação de um Acordo de Empresa é um objetivo essencial para a regulação das relações de trabalho na MTS. Tanto os trabalhadores como a Empresa beneficiarão deste instrumento de regulação das relações laborais.

O SMAQ, legítimo representante dos trabalhadores da condução, reafirma a sua total disponibilidade para se sentar à mesa e negociar.

 A Direção do SMAQ

comunicado_02.22.MTS